Varas e Caniços
visão geral

Um dos equipamentos mais básicos da pesca é a vara de pescar (ou caniço algumas regiões do país), podendo ser natural (bambú) ou industrial (fibras de vidro, boron, epóxi, carbono, etc), ou até mesmo a combinação destes. Uma das primeiras coisas que adquirimos é evidentemente a vara de pesca, abaixo, descrevemos as principais características deste equipamento para que você adapte ao seu tipo de pescaria.


São duas as características principais destas varas:

RESISTÊNCIA

Basicamente a resistência, corresponde à força que a vara pode suportar (medida em libras). De preferência a resistência deve ser maior que o peso dos peixes a serem pescados (lembre-se que o peixe dentro da água, ao ser fisgado faz força para escapar). Normalmente, a resistência vem impressa nas varas de pescar, porém para que você tenha uma idéia mais exata da resistência do equipamento, converta libras em quilos (multiplicando por 0.4535), vai ficar mais fácil.

RIGIDEZ

A rigidez indica a envergadura da vara de pescar, em função da força que é aplicada. Nas varas de pescar importados esta rigidez é normalmente referida como "action" (ação) que, é dividida em 3 grandes categorias "fast action" (ação rápida), "medium action" (ação média) e "heavy" ou "slow action" (ação lenta ou pesada). Assim, varas de pescar de mesma resistência podem se dobrar mais ou menos.

Ação Rápida
Ação Moderada
Ação Lenta

AÇÃO

Indica o ponto em que a vara começa a vergar sob uma determinada força. Desta forma podemos definir se o equipamento é de ação rápida, moderada ou lenta. Assim sendo varas de pescar com a mesma resistência podem ter diferentes ações, a saber: Ação Rápida Ação Moderada Ação Lenta Não suficiente as informações acima, podemos classificar as varas em :
- SEM ARREMESSO - Esta varas de pescar geralmente não tem passadores (aquelas argolas de metal), sendo usadas para pesca em beiradas de represa ou barrancos (vulgarmente chamada de mão).
- COM ARREMESSO - São varas que possuem encaixe para carretilhas ou molinete, especialmente desenvolvidas para lançar as iscas a distâncias variaveis. Estas varas usualmente possuem passadores, que conduzem a linha até a ponta da vara.

CATEGORIAS

SURF CAST

Este é o tipo mais adequado para pesca em praias. Sua capacidade de arremesso é em geral bastante elevada (acima de 100-150 g) com comprimento usualmente superior a 4,0 m. São varas preferentemente destinadas ao uso com carretilhas.

SPINNING ROD

São de porte menor do que as anteriores, geralmente até 10 pés (aprox. 3,2 m). São normalmente usadas com molinetes ou carretilhas de pequeno porte. O alcance do arremesso é geralmente pequeno. São ideais para pesca embarcada.

FLY ROD

Vara de pesca leve e flexivel utilizado na pesca tipo "fly", que não utiliza chumbada. Requer linha e carretilha especial além de muita prática e técnica. Este tipo de pesca não é muito difundida no Brasil.

RECOMENDAÇÕES

Para as pessoas que estão querendo adquirir a 1ª vara de pescar, verifique qual a finalidade da vara, se pesca em pesque e pague, em costões, em embarcações, etc...além de verificar qual o tamanho do peixe a ser fisgado e o peso do arremesso (considere o peso da chumbada + isca). Outro detalhe importante, evite usar varas com o tamanho superior ao dobro do seu tamanho, isso pode dificultar sua performance na pescaria, porém este detalhe é relevante somente para iniciantes. Na pesca em costões, onde a vara recomendada deve ter entre 3,60 e 4,50 m é impossível que você respeite esta recomentação.

        

se gostou desta pagina, mande-nos um e-mail-Click aqui

Página Principal

Clube de Pesca Cananéia
R. João Maciel - Porto Cubatão - Cananéia - SP - CEP 11990-000
Telefones: (0**13)3851-6117 / 3851-6118 / 3851-6143